Pages

9 de maio de 2014

Um ano e dois meses de saudade!!!


Oi leitores, amigos queridos...

Suzana, tia Suzana falando aqui com vocês novamente.

Mais um mês e já se passaram 420 dias, 14 meses, um ano e dois meses desde aquele 8 de março de 2013...

Nesse tempo, que inclui desde a descoberta da doença, passando pelo fechamento do diagnóstico, a orientação de fazer o tratamento - com transplante - em Porto Alegre, a sorte de encontrar o doador da medula, todo o tempo de internamento em hospital (6 meses ininterruptos, mais 4 meses alternando casa/hospital...) Nossa!!! A jornada foi longa, intensa, grandiosa!... Pois bem, nesse tempo todo, nunca se pensou que seria como foi... 

Quem imaginaria que Ricardinho não estaria aqui no seu aniversário de 30 anos?!

Ele partiu aos 28. Completaria 29 em 12 de maio de 2013. E na segunda-feira, pós dia das mães, viraria um 'balzaquiano'... rsrsrs.

Mas, quis o destino, Deus, a providência que nos rege, que ele, nosso menino, seria sempre jovem...

Não vamos vê-lo envelhecendo, com cabelos grisalhos - ou sem, rsrs - com rugas, rabugento... rsrsrs.

Mais que nunca, e para sempre, Ricardinho será sempre nosso menino...

Seus sonhos nos acompanharão vida afora... 

Sua vontade de ajudar as pessoas que tinham a mesma maldita doença... Que será feita dessa vontade?

Sua gargalhada ecoará em nossos ouvidos e, principalmente, em nossos corações, enquanto vida tivermos...

Quem explicará no seu lugar, de forma tão clara, tão bem argumentada, coisas das mais simples às mais complexas?... A  veia de professor, um dos sonhos que tinha (e não teve tempo de colocar em prática) sempre foi marcante em vc, filhote...

Quando iremos parar de achar que, a qualquer hora, você voltará como se estivesse viajando, ou embarcado?... Sim, muitas vezes nos pegamos com esse pensamento... Muitos dias, ao acordar, pensamos: isso tudo aconteceu mesmo ou foi um sonho?

Aí a vida grita, nos sacoleja e acordamos pra essa nova realidade ainda tão nova pra todos...

E vêm as lições... Muitas!!!

Aprendi, e falo por mim, que tudo na vida passa! E passa mesmo, vira pretérito. 

Tudo? 

Não!

A saudade que sentimos de você não passará!
Nunca passará! Porque a saudade é a certeza de que você, Rica, continua vivo em nós!

A saudade se transformará. Deixará de sangrar em forma de lágrimas. Não maltratará nossa alma numa dor da vontade de um abraço. Não apertará nosso coração num desejo de lhe ver e tocar em você. Não sufocará nossa vontade de conversar atéééé...

Então vamos esperar e fazer nossa parte pra que as coisas sejam assim mesmo...

Porque há os dias em que não é fácil pra ninguém conviver com a certeza de as coisas não são mais como eram quando você estava aqui...


Alguns de nós ainda sofrem de forma que eu tenho medo que lhe atrapalhem na sua nova vida... E, como não é fácil pra gente, imagino que também não é pra você, meu lindo de titia...

Mas vamos juntando nossas forças, dividindo nossas dores, multiplicando nossas esperanças e tentando diminuir nosso egoísmo de achar que você deveria ficar aqui, quando sua missão é tão maior do que só estar aqui no plano terreno... 

Portanto, Ricardinho, sigamos nossas jornadas de vidas, sejam elas quais e onde forem...

Espero que nossa Dani esteja pronta pra escrever aqui de novo. Estamos com saudade de vc, minha querida... 

E acho que ninguém me aguenta mais... rsrs...

Mas saiba, saibam todos que, pra mim, é uma honra muito grande, uma honraria das maiores que eu poderia ter, escrever nesse blog, como fiz tantas vezes em outras situações e circunstâncias... Realmente, me sinto 'fazedora', parte atuante dessa jornada chamada vida. Agradeço por isso.

A todos, e em especial a Rica, um imenso abraço e o desejo de que fiquemos todos, todos nós, em paz de espírito e em comunhão com a vida que nos é permitida, aqui ou em outro plano...


Titia Suzana te ama muito, pra sempre e incondicionalmente...

Bjo de luz pra vc, filhote!






6 comentários:

  1. Como o tempo passa, só a SAUDADE não passa.

    ResponderExcluir
  2. Ontem foi o aniversário de Ricardo. Fizemos uma corrente através das redes sociais para celebrar este dia. Familiares e amigos se revesaram relembrando muitas passagens da vida dele. E com muitas alegrias e lágrimas tentamos fazer desta data um acontecimento festivo como era característica de nosso Rica. Mais uma vez agradeço aos que vêm aqui deixar seus recados e dizer: parabéns meu filho querido, e até um dia desses, Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  3. Acompanho Ricardo e família desde o tratamento e quando quero ler algo que me traga alento, reflexão, alegria e razão para essa vida e outras; venho até aqui. Muito obrigada por tantas demonstrações de amor. Muito obrigada Dani e Ricardo por mostrarem que amar vale a pena. Aos pais e demais familiares meu abraço. Patricia

    ResponderExcluir
  4. Hoje assisti a fórmula um com Sérgio e sentindo a sua falta. Sempre assistiamos os três, mesmo que fosse de madrugada. É nosso esporte predileto. Inclusive Ricardo da equipe RBR chegou em terceiro lugar completando o pódio. Saudades de você meu filho.

    ResponderExcluir
  5. Fico me perguntando o que nosso Rica assiste hoje. Com certeza, sempre que pode, dá um jeito de nos assistir e até rir das nossas bobagens. É bom pensarmos que ele nos acompanha sempre. Isso nos faz sentir menos sozinhos.

    ResponderExcluir
  6. Agradeço imensamente a Mitiko, Patrícia e Ana Santana pelos comentários mais recentes. Vocês não calculam minha satisfação por esses recados aqui postados. É uma maneira de manter viva essa obra que Ricardo nos deixou. Abraços a todos.

    ResponderExcluir