Pages

8 de maio de 2013

Dois meses de muita saudade...



Dois meses de muita saudade... Parece que foi ontem que você partiu... 

Tantas expectativas nós tínhamos para o mês de maio. Uma delas era o nosso retorno à Natal, mas infelizmente os planos de Deus eram outros. 

As pessoas dizem que vai ficar tudo bem, o tempo ajuda, conforta... mas acho que o tempo não está sendo meu amigo, está ficando mais difícil com o passar dele... as evidências da sua ausência se tornam mais presentes... e machucam, machucam muito... Sinto saudade da sua voz, do seu lindo sorriso, da sua alegria e otimismo contagiantes... Sinto saudade de ter você pertinho ao dormir e ao acordar... Sinto saudade da sua energia vibrante... Sinto saudade dos nossos sonhos e da vida que planejamos viver... Sinto saudade de você, Mozão...

As pessoas me perguntam sobre meus planos futuros... Que planos?  Essa possibilidade de viver sem você nem se quiser tinha sido cogitada. Estou me sentindo perdida, sem rumo, sem chão... Quando eu era mais jovem, sempre tive a impressão que morreria nova. E aconteceu... Uma parte de mim se foi com você, talvez a minha melhor parte...

Tem dias que quero ser forte, outros quero viver a minha dor... Estou vivendo um mix de coisas e sentimentos... às vezes parece que estou tendo um sonho, vou acordar e tudo isso vai ter acabado e você vai está ao meu lado... Em outros momentos começo a aceitar melhor a vontade de Deus, em outros me vem os "ses" e os "por quês"... Ainda me pergunto muito "se nós íamos nos separarmos tão cedo, por que não ficamos juntos desde a época da escola, quando um entrou na vida do outro?"... E se eu tivesse... E por quê? Mas infelizmente não tenho as respostas... Sei que você já as tem e que um dia eu vou ter, mas esse um dia não é do nosso tempo... 

Eu sei que você está bem e agradeço por saber, mas mesmo assim não é fácil... Lidar com a perda, a ausência e a saudade, não é nada fácil...

Mas mesmo sentindo tantas coisas contraditórias, agradeço por tudo que vivemos... Por você fazer parte da minha vida e deixar só exemplos de coisas boas a serem seguidas... Você é um espírito muito especial e admirável... E que esse blog, juntamente com o site, que você começou e que pretendo terminá-lo, possam ajudar muitas famílias ADL-X como você desejava...

Que Deus nos der forças para seguir em frente...

Amo você Mozão... Meu amor além da vida...

Fica em paz...


Daniella Linhares


19 comentários:

  1. Dani, querida...

    Fico imaginando a sua dor, juntamente com a de Lourdes, Bastinho e Sérgio...

    Todos nós sentimos essa saudade, sentimos essa falta.

    E penso: se eu tô sentindo isso dessa forma tão intensa e dolorida, o que eles não devem sentir?!

    Ainda acredito que esses sentimentos se transformarão, a ferida há de parar de sangrar e o que ficará disso tudo será semente de ótimos frutos que ele nos deixou...

    Quisera eu ter a palavra certa de conforto pra lhe dizer, pra lhes dizer... Não tenho..

    Mas deixo meu abraço apertado e demorado...

    Essa tia aqui também é sua tia...

    Bjo, minha linda!

    Até domingo...

    ResponderExcluir
  2. PAULO MORAIS E FAMÍLIA9 de maio de 2013 16:00

    Dani, eu e minha esposa perdemos pais e irmãos, só o tempo que Deus nos deu, fez a falta se transformar em saudades e lembranças boas e hoje relembramos deles com mais tranquilidade, calma e aceitação dos destinos divinos. Um dia Deus vai lhe mostrar como voce deve seguir seu caminho sem a presença material do Ricardinho. Sua fé e esperança em Deus nunca vai lhe abandonar, disso tenha certeza. Que Deus ilumine voce e toda a sua família.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que Dani vai continuar com o blog e concluir o site sobre ADLx, pois assim manteremos ocupadas nossas mentes e, principalmente, daremos continuidade ao trabalho que Ricardo tanto queria fazer. Vamos trabalhar nossas cabeças nesse sentido e talvez essa dor que nos sufoca o peito seja amenizada. Não vamos deixar a peteca cair. Beijos a todos.

    ResponderExcluir
  4. até hoje ninguém veio aqui contar o porque e como foi tem muita gente falando em erro médico e erro da família que demorou para levar ele ao hospital e o medico que nao soube curar uma infeccao ele nadou tanto mas tanto pra morrer assim na praia...
    lu gasthal

    ResponderExcluir
  5. Pessoal...

    Gostaria de esclarecer algumas coisas para essa última pessoa que fez um comentário e para quem mais compartilhe da mesma ideia.

    Esse blog foi criado para tentar minimizar a distância de familiares e amigos durante todo o processo de tratamento de Ricardo, para que todos pudessem participar um pouco de tudo que acontecia. Foi criado também para ser uma ferramenta de informações para tentar ajudar as famílias ADL-X.

    Sei que muitas pessoas que não conhecíamos, começaram a acompanhar o blog e a história de Ricardo, torceram, rezaram e se emocionaram como se fosse um amigo e até alguém da família. E nós agradecemos por isso, e sabemos que as palavras de força de todos vocês foram muito importantes para nós. Obrigada!

    Sei que falei que depois que estivesse mais fortalecida iria postar no blog mais ou menos como as coisas aconteceram... Pois é, ainda não estou fortalecida para revivenciar tudo. Entretanto, eu gostaria de esclarecer a todos, que tudo o que vocês leram aqui nesses meses de tratamento, não é 1% do que a gente viveu em Porto Alegre. Nem vocês tentando imaginar, a partir dos relatos descritos, vocês conseguiriam se aproximar do que a gente vivenciou e sentiu.

    Portanto, não aceito que alguém diga que fomos relapsos de alguma forma, pois eu só faltei me formar em medicina, porque enfermagem e técnica de enfermagem eu me tornei. Ricardo pegou uma bactéria muito forte que se alastrou em poucas horas, pois ele estava praticamente sem defesa. Como vocês sabem as taxas da medula dele oscilavam muito. Essa bactéria faz um estrago em pessoas com defesas normais, então vocês imaginem em alguém com pouquíssimas defesas. A bactéria não encontrou barreiras. Em um momento o Rx do pulmão de Ricardo estava limpo, em poucas horas estava todo comprometido. Ele foi atendido rapidamente, fez uso de vários antibióticos, todos muito potentes, fizeram várias manobras para melhorar sua respiração, etc. Mesmo na UTI, eu praticamente ficava com ele o tempo todo. Então, não houve relapsos de nenhuma das partes, infelizmente o Transplante de Medula Óssea, ainda é um tratamento muito arriscado. É um procedimento que salva vidas, mas também pode acarretar muitos problemas. Ricardo assinou um termo de cinco páginas contendo tudo o que poderia acontecer com ele, muitas dessas zilhões intercorrências seriam mais fácies solucionadas se o organismo do paciente estivesse normal, mas isso não acontece. É uma medula nova, em um organismo novo e não tem outra medula fazendo o seu trabalho, caso essa nova não der conta, é uma caixinha de surpresa. Não tem receita: cada paciente vai ter uma determinada complicação e não tem como prever. Infelizmente, depois de tantos meses aconteceu o que não queríamos.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Continuando...

    Ao entrar ontem no blog, fiquei bastante magoada com um comentário de alguém que talvez tente, mas não possa imaginar o que passamos. Longe de nós abandonarmos Ricardo e ser relapsos com tal situação. Pelo contrário, Ricardo sempre teve o apoio de toda família e amigos quando decidiu arriscar e lutar por sua vida. Já que ele teve a oportunidade de escolha antes que a doença evoluísse rapidamente, ele escolheu não só passar pela vida. E nós vestimos as armaduras junto com ele.

    Não posso julgar o julgamento desse que escreveu, são coisas que passam em nossas cabeças para não aceitar e justificar o que aconteceu. Ainda não aceitamos o desencarne de Ricardo, não era a nossa vontade esse desfecho. Como eu disse são muitos sentimentos, muitos altos e baixos nesses dois meses, mas sei que o que estava ao nosso alcance foi feito, então é difícil aceitar tal palavras em um momento como esse.

    A equipe do hospital se envolveu bastante profissionalmente e emocionalmente, ganhamos muitos amigos. De uma coisa eu tenho certeza, Ricardo não foi para os médicos e para toda a equipe só mais um paciente. Ele foi O Paciente que ensinou muito, impactou a todos e os fez mudarem suas percepções sobre a vida, fé, determinação e amor. O fato de ele ter partido, não faz com que sua luta tem sido em vão, estando muito longe de nadar, nadar e morrer na praia. Muita gente vive uma vida inteira e não deixa um legado de lições e reflexões, como o que Ricardo deixou em tão poucos anos de vida.

    Desculpem o desabafo, não quero que mudemos o foco desse blog que agora tem como maior objetivo ajudar, mas eu precisava dizer algo. E a pessoa que escreveu tal comentário, também peço desculpas e espero que possas compreender minhas palavras.

    Daniella Linhares

    ResponderExcluir
  8. Dani, quem faz comentários como esse é porque talvez nunca tenha passado por algo tão difícil. Vou contar o que aconteu a semana passada como um exemplo. Um médico muito conceituado aqui em Natal, aliás cunhado da minha irmã, adoeceu de uma gripe. Como todo mundo faz, a prncípo ficou em casa se tratando. Como o quadro se agravou ao invés de melhorar, ele foi internado. Os dois pulmões ficaram comprometidos e não era pneumonia. Também é importante dizer que ele gozava de boa saúde, não havia passado por nenhum tratamento delicado como o de Ricardo. Claro, estava sofrido porque seu filho estava passando por um problema de saúde muito sério, não ele.

    Resultado: o que o médico tinha era uma bactéria muito resistente e não deu tempo nem de descobrir qual era, ele faleceu. Imagine que era um médico competente, tratado por uma equipe de alto nível que além de tudo era formada por pessoas muito amigas dele, num hospital que ele trabalhou e ajudou muita gente. Evidentemente, não houve negligência ou qualquer coisa do tipo.

    Ficam os "ses" e os "por quês" , mas precisamos nos concentrar é nas lições que ficaram porque nessa vida tudo que podemos fazer é amar. Se amamos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, nunca estaremos sozinhos e nunca nada terá sido em vão.

    ResponderExcluir
  9. Dani, "sem palavras" em relação aos seus relatos "DOIS MESES DE SAUDADES"...sem palavras mesmo! Só emoção, lágrimas nos olhos, arrepio e muita saudade!

    Obs: Em relação a esse comentário anônimo, esqueça! Essa pessoa é simplesmente RIDÍCULA (nojo).

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus tem dias em que a saudade parece que tá mais forte do que nunca,hoje a minha tá muito grande,tantas lembranças,hoje foi um dia em que eu tava precisando daquele conselho amigo que muitas vezes ele me deu,Rica em tão pouco tempo de vida e deixou tantos referenciais nas nossas vidas, tantos exemplos,hoje já chorei varias vezes,tem dias em que eu penso que ele tá ali em Porto Alegre e vai já chegar,que saudade,é muito dificil de acreditar que Deus levou uma pessoa tão especial pra longe de nós,mas tem horas em que penso que ele está em um lugar tranquilo de paz,ai me sinto melhor,pq as vezes em que sonhei com ele, ele estava bem e feliz, sorrindo pra mim e me abraça, aquele abraço que me dava todas as noites quando eu chegava lá em tia Lourdes,aquele sorriso contagiante...Rica te amaremos eternamente!!!(Arinalda,Cicero e o Bil).

    ResponderExcluir
  11. Entre tantos pacientes especiais, não tem como não lembrar do Ricardo sempre sorrindo, que nos deixou muitas saudades! Força para vocês e fiquem com Deus. Abraços Dani

    ResponderExcluir
  12. Hoje amanheci com muita saudade de quando postavamos nossos recados diariamente. Mas sei que esta saudade é porque naquela época Ricardo ainda estava conosco e tinhamos muita esperança em seu restabelecimento e sua volta curado para Natal. Sonhamos muito com essa volta, eu dizia a ele que seria o dia mais feliz de nossas vidas. Mas o destino nos reservou um retorno totalmente contrario aos nossos planos. Meu filho, onde você estiver, saiba que está sendo muito difícil viver sem sua presença física, mas iremos te amar para sempre. Até um dia.

    ResponderExcluir
  13. Bastinho, tenho certeza que o conforto para o seu coração chegará, embora ainda seja muito cedo.. esteja tudo muito recente! Guaxi vai dá os "pulos" deles para resolver essa bronca, como sempre fez... Essa dor constante vai passar!

    ResponderExcluir
  14. PAULO MORAIS E FAMÍLIA5 de junho de 2013 21:19

    Primo, irmão, todos os dias em minhas orações peço a Deus pela guarda de nossos entes queridos, especialmente Ricardinho, e peço também, forças para você, Lurdinha, Serginho e Daniele para tenham forças e encontrem Nele nosso Pai, o caminho de consolação que somente Ele pode mostrar. Fiquem com Deus, um abraço e um beijão de Paulo, Célia, Danille e Paulinho.

    ResponderExcluir
  15. Oi gente! Finalmente encontrei coragem de voltar ao blog, faz exatos 90 dias da partida do nosso querido guerreiro para o descanso eterno.
    Tenho certeza que hoje ele encontra-se curado e como a gente, com muitas saudades de todos. A nossa dor, acredito que é maior do que a dele, afinal ele passou por muitas provações aqui na Terra, e a nossa? Ah, só o tempo para nos curar. Também... quem nos mandou fazer parte da família de um "anjo"? Como dizia a minha saudosa mãe: os bons vão primeiro,rs.
    Saudades eternas: Ricardetes

    ResponderExcluir
  16. Hoje ao ver meu comentário publicado " primeiro" do dia, mim bateu uma saudade imensa, quando ficava de vigília aguardando notícias, vibrava a cada melhora do nosso herói e sofria quando seu quadro se agravava, mas... Não perdia a esperança da sua cura, realmente, ele voltou aos braços do Pai CURADO����. Fiquem com Deus.
    Déa e família: insone e saudosista.��

    ResponderExcluir
  17. Gente, esses símbolos de interrogações que apareceram no comentário anterior,eram umas figuras de anjos e outras mais, depois que publiquei o comentário apareceram umas interrogações, como sou leiga " Com as tecnologias,rs", não consegui excluí-las, por favor, não mim interpretem mal.

    ResponderExcluir
  18. O que conforta é saber que Ricardo não sofre mais. Déa tem razão, hoje ele está curado. Nós é que permanecemos com o coração doído. Saudades!

    ResponderExcluir
  19. Eu te intendo direitinho Daniella hoje está fazendo 2 meses que o meu mozão partiu tbm é juntos levou todos os planos e sonhos mas é como você disse dia a gente intendi dia a gente Questiona mas Deus tá no comando e um dia encontraremos com nossos amores e terminaremos de viver o que foi real intenso perfeito.. Deus abençoe um forte abraço

    ResponderExcluir